segunda-feira, 16 de maio de 2016

Resenha: O primeiro último beijo - Ali Harris

Verus Editora ♥ 448 páginas ♥ 2016

"Você pode me fazer uma favor? 
Quebre uma regra hoje, enlouqueça, viva o momento. 
Abra seu coração. Depois, abra mais um pouco.
Ame muito, ame mais ainda. Não tenha medo de se expressar, de gritar, de ser ouvido. Diga EU TE AMO.
Aposte todas as fichas. Aposte todas as fichas no amor. Por mim. Porque eu não fiz isso. E agora não posso mais. 
Isso é tudo. 
(Mas não é o suficiente).







 Histórias que falam de amor sempre serão minhas favoritas.


Amores verdadeiros, mas não necessariamente perfeitos, que em suas imperfeições e peculiaridades criam laços belos e eternos, fazendo com que sua trajetória, tendo ela um final feliz ou não, tenha valido a pena.

Assim sempre foi o amor de Molly e Ryan.

Os dois se conheceram muito jovens ainda na escola, mas desde aquela época, Ryan, o “garoto de ouro” da cidade,atleta, educado, rico e lindo, sempre soube que Molly, a menina esquisita que não gostava muito de socializar e parecia sempre se esconder atrás de sua câmera fotográfica, era o amor de sua vida.

Começamos o livro nos dias atuais e nos deparamos com uma Molly já adulta, com 33 anos, fotógrafa bem sucedida, empacotando sua mudança para o que parece ser muito mais do que uma troca de endereço, e sim, uma grande mudança de vida. Sabemos que algo muito marcante está acontecendo, mas o que é de fato, só saberemos mais no final do livro. Vou explicar.

A estória é narrada em primeira pessoa pela protagonista em duas linhas de tempo, passado e presente, e dentro do passado, temos momentos distintos da vida de Molly.

Se em um capítulo estamos vendo sua dificuldade em dizer adeus à vida que levava e empacotar sua mudança, no capítulo seguinte acompanhamos os anos escolares dela, sem nenhuma ordem cronológica, entende? Isso por um lado me deixou bastante confusa na maior parte do livro, mas, por outro lado, ajudou a manter a curiosidade sobre o que estava acontecendo atualmente em sua vida.

Molly é uma personagem muito bem desenvolvida, tem grandes sonhos e gosta muito de traçar metas para alcança-los. Ela vive ciclos de grandes mudanças dos seus 15 até os 33 anos (que são seus anos de vida contados no livro), mas algo que parece ser a única constante em sua vida durante todo esse tempo é Ryan.

O garoto que tinha tudo para ser apenas o cara que ela deu seu primeiro (e desastroso) beijo, parece sempre encontrar um jeito de entrar em sua vida e cruzar seu caminho, até que seja inevitável que eles decidam traçar o mesmo caminho juntos.

O livro nos mostra os erros e acertos que ambos cometem em seu relacionamento e como eles os encaram.



Ao mesmo tempo em que é muito claro que o amor que os une é puro e verdadeiro, muitas vezes isto não é o bastante, a convivência no dia a dia pode ser algo desgastante que gera dúvidas cruéis sobre suas escolhas.

Molly e Ryan tem personalidades muito diferentes, ela é uma garota ambiciosa e gosta de ser independente, Ryan é mais acomodado e não vê nada de errado em ter como plano de vida ser um simples professor em uma cidade pequena, contanto que esteja sempre perto de sua família e de todos que ama.

Mas isso não é o bastante para Molly, nunca foi.

Ela quer ver o mundo, viver experiências únicas, sempre sente que está faltando alguma coisa em sua vida.

E é exatamente neste ponto, onde pessoas tão diferentes que se amam tanto tem que lutar ano após ano para encontrar uma forma de driblar estas diferenças, conseguir conciliar vontades distintas ou então abrir mão de algo, que está a beleza da estória.

“Aprendi que fazer concessões é o que une as pessoas. Ceder é partilhar e conciliar, é ser gentil, amoroso e altruísta. É abrir os braços para outra pessoa e dar um passo até o meio do caminho entre o que você quer e o que a outra pessoa deseja e sonha.”

Mas o que vale mais? Você abriria mão dos seus sonhos? Deixaria o amor de a sua vida ir embora por não achar que isso é o bastante?

A palavra que define o livro inteiro é Amor, sem dúvida.

O amor romântico e benevolente de Ryan, o amor apaixonado e cheio de dúvidas de Molly, o amor fraterno que em muitos momentos são nossa tábua de salvação na vida, o amor entre amigos que ultrapassa a barreira do tempo e dos desentendimentos, enfim, AMOR de todas as formas.

Me identifiquei muito com Ryan e sua maneira de agir diante de determinadas situações, o que me fez ter momentos de indignação e extrema antipatia por Molly quando ela tomava atitudes que para mim eram absurdamente erradas e egoístas, mas chegou um momento em que passei a entendê-la um pouco mais e ver o quanto estas diferenças tornava-os tão completos e certos um para o outro.

A cada capítulo que passava me doía saber que por algum motivo ela e Ryan não estavam mais juntos, procurei nas entrelinhas por pistas que não encontrei, frases que “entregassem” um pouco mais sobre os dias atuais deles e o motivo de Molly estar sozinha e se referir a Ryan somente no passado, mas foi tudo sem sucesso, o mistério é mantido até lá pelas últimas cento e poucas paginas do livro. E aí, minha gente...foi só choro.

Sofri tanto, mas tanto com o final da leitura, que eu precisava parar, respirar fundo, ir até a cozinha tomar água e tentar assimilar e aceitar tudo que estava acontecendo.

O primeiro último beijo é muito mais do que um livro bonito (aliás, que edição maravilhosa, a capa é apaixonante) e muito bem escrito, é uma lição de vida.

A autora conseguiu com extrema delicadeza, mas de forma muito intensa me fazer refletir sobre o perdão, o valor da família em nossas vidas, o quanto muitas vezes focamos em objetivos altos e muito a frente e deixamos de viver momentos da felicidade no “aqui e agora” e o quanto isso pode nos fazer falta um dia.

Um livro recheado de personagens muito reais que agem de forma muito humana e realista, errando, acertando, amando, sentindo ciúmes, inveja, raiva, alegria,medo e uma trama principal recheada com uma dose certeira de melancolia e drama, fizeram O primeiro último beijo já entrar para a lista dos favoritos do ano, quiçá da vida.

Muito obrigada a Verus Editora por me confiar uma estória tão linda para ser lida e contada aqui pra vocês, foi uma grata surpresa que me fez muito feliz.

Espero que tenham curtido a resenha, façam um favorzão a vocês mesmos e LEIAM este livro, tocará seus corações de uma forma muito especial, eu garanto!


Beijinhos,

♥Alice♥

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Oiii Alice!

    Uau, depois de ler O Primeiro ultimo beijo vai entrar pra lista do ano, quizá da vida, não posso mais do que me render, pq algo tem pra ter te agradado tanto!
    Sempre achei a capa fofissima, mas não imaginava direito como seria a leitura pq algumas capas enganam. fico feliz de saber que o livro é muito mais do que uma capa bonita. Fica anotadinho aqui pras possiveis futuras leituras

    Beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  2. Ah, Alicinha! Esperei tanto pra ler sua resenha sobre ele. Pensei tanto em você lendo quando eu estava lendo também!
    Não disse que você iria chorar? É emoção pura esse livro!
    E a autora nos leva por um caminho tão seguro, que quando chega a esse final você nunca imaginaria que iria ser assim. Pensei que o final da história seria outro.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    já ouvi bastante sobre este livro, mas adorei sua resenha, tão empolgada que fiquei curiosa rsrsrs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Oi Alicinha!
    Esse livro acabou comigo e chorei rios e mares. Confesso que a narrativa da autora sem uma ordem cronológica certa atrapalhou um pouco no início, mas da metade pro final isso se tornou um pequeno detalhe frente a um romance incrivelmente tocante.
    Adorei a resenha!!
    Beijos,

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá, Alice!
    Esse livro já entrou na minha wishlist! A capa é maravilhosa e a estória em si é apaixonante *-* Fiquei ainda mais encantada lendo sua resenha! Com certeza lerei esse livro, ainda mais com tantas lições!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie Alice =)

    Só leio resenhas lindas desse livro e isso faz com que a minha curiosidade aumente ainda mais. Infelizmente vou demorar um pouco ainda para conhecer a história.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é bem lindo, não esperava por aquele final, mas acho que peca na cronologia, ficou bem confuso mesmo, dá uma embaralhada no cérebro. Adorei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Alice!

    Entrar para um dos favoritos da vida não é pra qualquer livro né? Todo mundo fala bem dele, eu preciso ler logo rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Oi Alice,
    Eu tenho este livro tem algum tempo, mas ainda não o li. A sua resenha me deixou de boca aberta, muito bom mesmo.
    Acho que irei ler em breve.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice,
    Que resenha amorzinho, hein? Senti que você se envolveu com o livro e ter o título de favorito sempre me anima a ler.
    Confesso que a capa já me empolgava, mas depois dessas descrições vou correr para comprar o livro.
    Obrigada pela dica Alice, parece ser um livro maravilhoso.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ai que demais Alice!
    Adorei conehcer seu blog e bem,
    eu ja tinha ouvido algumas resenhas desse livro, mas essa sua só veio para reforçar o quao maravilhoso deve ser
    e essa capa a estilo Jojo Moyes?
    Estou doidinha para ler sem duvidas e conhecer a Molly e o Ryan hehe :D
    opa ai simmm:D

    Um beijo e boa semana!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  13. SUPER QUERO ESSE LIVRO.
    Cadê a promoção Alicinha? Cadê! Cadê? hahahaha
    Eu até agora não vi ninguém falando mal desse livro. As pessoas só choram rios de lágrimas mesmo! hahahaha
    Já sei que vou me debulhar, mas quero muito.
    A resenha ficou lindona, só me deu mais vontade ainda de ler!!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  14. Oi, Alice! Parece que a moda agora são esses livros que fazem a gente se apaixonar e sofrer depois, né?! E mesmo assim amar a leitura! Só vejo resenhas positivas a respeito de "O primeiro último beijo", espero ler em breve.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  15. Oii Alice, tudo bom?
    Fiz resenha desse livro a pouco tempo lá no Resenha Atual e admito que me emocionei bastante com esse livro. Lindo, simplesmente lindo, não tem como não se apaixonar e sofrer junto com esse casal cativante.
    Resenha Atual
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  16. Olá, Alice!

    Eu quero muito ler esse livro e as suas considerações sobre ele aumentaram minhas expectativas. Adoro livros com lições e reflexões sobre a vida, e que maravilha personagens reais e com uma narrativa intensa <3

    Beijos!

    Resenha “O caderninho de desafios de Dash & Lily”: apenasumaleitura.blogspot.com.br/2016/06/resenha-o-caderninho-de-desafios-de.html

    ResponderExcluir
  17. Oi Alice! Acabei de conhecer sue blog justamente por essa resenha... estava atrás de um livro de amor, sobre amor e com amor rs Suas considerações só aumentaram minhas expectativas.
    Adorei seu blog, vou acompanhar sempre! Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oii Alice, tudo bem?
    Ai essa edição é maravilhosa, e a história parece ser muito linda também! Tenho uma imensa curiosidade em relação a esse livro, e a sua resenha maravilhosa só fez aumentar a curiosidade, mas sei que vou chorar com o final... aí fico com um pé atrás, preciso me preparar psicologicamente primeiro haha
    Adorei a resenha!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
  19. Deus que resenha foi essa? Já queria ler esse livro, mas confesso que só quis por essa capa linda, não vi nenhuma resenha, e Deus preciso desse livro para ontem! Já quero chorar muito, amei sua resenha você sempre me dá a certeza de que preciso ler o livro!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir