quinta-feira, 28 de abril de 2016

Resenha: Caixa de Pássaros - Josh Malerman

Intrínseca ♥ 272 páginas ♥ 2015

Coração acelerado, boca seca, arrepios pelo corpo, muita angústia, medo e sem a menor vontade de parar de ler. Foi assim que me senti durante a leitura de Caixa de Pássaros.

Este Thriller psicológico nos trás a estória de Malorie em duas linhas de tempo distintas, os dias atuais, onde ela precisa sobreviver a um mundo pós-apocalíptico junto com seus dois filhos, e há cinco anos, onde uma onda de suicídios aparentemente sem explicações começou a exterminar a raça humana.

Sentimos o medo desde o início da leitura quando as mortes são apenas boatos televisionados e parecem muito distantes da vida de Malorie, ela demora a acreditar que seja possível que algo esteja causando todas estas mortes, e o fato de não saber o que é, torna tudo mais misterioso ainda.

Pode-se sentir medo de monstros, de assassinos cruéis, de vírus que se espalham pelo ar, mas quando não sabemos quem ou o que é o nosso inimigo, aí sim, você não tem pra onde fugir, e neste livro a única certeza que temos é: não abra os olhos.

As pessoas que enxergaram o responsável por todas estas mortes não sobreviveram para contar, pois logo perdem totalmente sua sanidade e tiram sua própria vida de maneiras muitas vezes grotescas e animalescas. Como não perder o fôlego com um livro destes, gente? Nunca senti tanta agonia em leitura nenhuma na vida!

Quando a morte chega muito perto de Malorie e ela não tem mais como ignorar os fatos, ela foge e acaba encontrando um grupo de sobreviventes em uma casa, e aí, como se fosse possível, o livro se torna melhor ainda, quando entra o fator “humano e suas reações ao medo”, cada um lida de uma forma diferente com a atual vida que precisam levar.



Já nos dias atuais, temos Malorie apenas com seus dois filhos, levando uma vida completamente vendados, tendo que praticamente treina-los a sobreviver sem a visão, para tentarem encontrar outro lugar para viver.

Mas o que aconteceu com todos os outros moradores da casa? Porque Malorie está sozinha com as crianças?

A leitura é completamente imersiva, sofria toda vez que precisava deixar de ler e volta e meia me pegava pensando nele durante o dia, o que considero um grande mérito do autor, conseguir causar no leitor esta tensão que perdurava mesmo quando não estava fazendo a leitura.

Sofri com os personagens, comemorei as pequenas vitórias que alguns alcançavam, senti o alívio junto toda vez que “a morte” não conseguia pegá-los, enfim, vivi a estória junto com eles!

A narrativa é toda em terceira pessoa e em momento nenhum o fato de ela ser transitiva entre passado e presente me causou confusão ou estranheza, o enredo fluiu perfeitamente bem para mim.

Digo que é IMPOSSÍVEL não sentir medo durante a leitura, e depois de passar longos capítulos tentando imaginar como ou o que eram as criaturas, vi que era exatamente o fato de não saber que tornou o livro tão perturbador e sensacional.


Leiam! Leiam! Leiam!

Beijinhos,

Alice

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Nossa que incrível! É mt bom qd um livro nos prende assim, ao ponto de querermos ler tudo de uma vez só rs, bjus!

    bomhumornaosaidemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, flor, tudo bem??

    Menina eu fico divida com este livro, preciso confessar! Por que sempre leio criticas negativas e positivas, então fica naquela leio ou não? HAHAHAHAHA neste caso acredito que não existe outra alternativa, preciso ler e tirar minhas próprias conclusões *-* acho super interessante a ideia de livro, e me pergunto como seria no caso dos filhos dela o.o, adorei a resenha flor.

    Beijinhos

    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Alice!
    Tenho esse livro aqui, mas ainda não tive tempo de lê-lo. Parece ser realmente incrível e estou doida para sentir todas essas emoções haha
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Tenho bastante vontade de ler este livro, principalmente por todo o suspense que dizem que tem nele. Tentarei lê-lo em breve!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Oi Alice!

    Thriller psicológico não é meu forte, mas esse parece ser mega envolvente, vou esperar as férias para poder devorá-lo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice!
    Nossa...morrendo de inveja do sua experiência de leitura. Adoro livros que me fazem sentir isso. Acho que Caixa de Pássaros tem alguns elementos bem interessante, mas já li umas resenhas que me desanimaram e acabei desistindo de ler. Mas que bom que vc gostou tanto :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ai ai, quero tanto esss livro na minha vida,ahahahah. Porque sério, a história parece ser TÃO boa *___*
    Gostei muito da sua resenha.


    Beeijão :)
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é demais mesmo!! Não dava nada por ele, mas senti tanta aflição e no lugar dos personagens que é impossível não admirar essa obra genial. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii Alice, tudo bom?
    Já li muitas resenhas com opiniões divergentes sobre esse livro, a maioria são sobre o final que ficou indefinido, mas admito ter uma curiosidade muito grande para ler Caixa de Pássaros, especialmente para saber o que está acontecendo *-*
    Resenha Atual
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  10. Oi, Alicinhaaaa, tudo bem?

    Caixa de Pássaros é sensacional! Um dos melhores livros que li ano passado sem sombra de dúvidas! Não cheguei a sentir medo durante a leitura, mas aflição...ahhh isso eu senti muita!
    Realmente o fato da gente não saber sobre as criaturas deixou tudo mais fantástico! Eu queria TANTO uma continuação...aquele final deixou muitas possibilidades abertas...

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir