quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Resenha: Um dia de cada vez - Courtney C. Stevens

Título Nacional: Um dia de cada Vez

Título Original: Faking Normal

Autora: Courtney C. Stevens

Editora: SUMA de letras

Número de Páginas:  232 páginas

Ano: 2014

Gênero: YA/Drama

Sinopse: Alexi Littrell era uma adolescente normal até que, em uma noite de verão, sua vida é devastada. Envergonhada, a menina começa a se arranhar e a contar compulsivamente uma tentativa de fazer a dor física se sobrepor ao sofrimento que passou a esconder de todos.
Ela só consegue sobreviver ao terceiro ano do ensino médio graças às letras de música que um desconhecido escreve em sua carteira.
As canções parecem adivinhar o que o coração de Alexi está sentindo.
Bodee Lennox nunca foi um adolescente normal, mas agora é o menino que teve a mãe assassinada pelo pai. Em seguida, ele vai morar com os Littrell, e Alexi acaba descobrindo que o Garoto Ki-Suco, o quieto e desajeitado menino de cabelos coloridos, pode ser um ótimo amigo.
Em Um dia de cada vez, Alexi e Bodee, ao mesmo tempo em que fingem para o resto do mundo que está tudo bem, passam a apoiar um ao outro, tentando viver um dia de cada vez.



Alexi é uma garota comum de 16 anos que gosta de sair com as amigas, tem pais presentes e carinhosos, boas notas na escola e não tem nenhum motivo para ser infeliz. Pelo menos é esta a Alexi que os outros pensam que ela é. É esta a Alexi que um dia ela foi, mas não é mais desde uma noite no último verão onde seu mundo ruiu.

Vivendo um dia de cada vez, a garota se vê tendo que esconder de todos o quanto sua vida está longe da perfeição. Sem saber como lidar com a agressão que sofreu, Alexi encontra alívio apenas quando se machuca arranhando o pescoço até sangrar, suas noites mal dormidas e de automutilação são uma punição que ela acredita merecer por não ter conseguido pedir ajuda quando foi atacada.

Os únicos momentos de alegria que Alexi consegue sentir nos seus dias são quando ela encontra letras de músicas escritas na sua carteira na escola, que são deixadas misteriosamente por alguém que ela não sabe quem é, mas que parece conseguir entendê-la e tocar seu coração através das músicas deixadas como recados.

Bodee Lennox é chamado por todos na escola de garoto Ki-suco por ter a mania de pintar os cabelos com sucos coloridos. Ele nunca foi o tipo popular, pelo contrário, nunca era visto com amigos, não interagia nas aulas e parecia viver em um universo paralelo.

Quando a Mãe do garoto é assassinada pelo seu pai, a vida dele e de Alexi acabam se interligando e os dois encontram em suas dores tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, um tipo de reconhecimento e de elo que faz nascer uma amizade muito pura e verdadeira.

Quando estão juntos eles não precisam fingir, os dois sabem que estão quebrados por dentro e um não julga a dor do outro.

Mas até quando Alexi vai conseguir esconder a agressão que sofreu? Será que deixar o tempo passar vai fazer a dor ir embora?

Um dia de cada vez foi pra mim a melhor surpresa literária do mês de agosto!
Adoro um YA que tenha uma pegada dramática mais pesada, e por este motivo estava muito afim de ler este livro já fazia um tempinho, mas não imaginava nem de longe o quanto o enredo dele iria me tocar.

A autora soube tratar assuntos pesados e muito sérios de uma forma extremamente delicada e envolvente.

Os personagens são cativantes e suas dores são muito reais, você consegue se colocar no lugar deles pelo simples fato de que seus dramas são críveis e podem acontecer com qualquer um.
                            
A dor e a fragilidade de Alexi são muito bem descritas, ver uma garota tão nova passando por uma provação tão difícil sem saber como lidar, se tornando a cada dia uma pessoa mais apática e sem vida é de partir o coração.

Não menos avassalador é vermos Bodee tendo que lidar com sua dor, sozinho no mundo, totalmente introspectivo e mesmo assim sem nunca perder a doçura e a delicadeza. Ele é um dos personagens mais cativantes que eu já vi provavelmente em toda minha vida, a forma que ele coloca sua dor de lado para se fazer presente sempre que Alexi precisa é encantadoramente linda.

Os personagens secundários também são interessantes e bem construídos, o fato de sabermos que um deles machucou Alexi, mas não sabermos quem o fez e o que exatamente ele fez, faz a leitura ficar ainda mais interessante com um toque de mistério até o final do livro.

Um dia de cada vez me conquistou do início ao fim, a autora conseguiu transmitir a história de uma maneira única, simples e extremamente tocante que certamente fará todos se emocionarem mesmo que não sejam muitos fãs de YA. Super recomendo!

Beijinhos



Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Olá!

    Não o conhecia, mas adorei a premissa! O livro tem tudo pra ser sucesso, tanto pela escrita como pelos personagens. Fiquei até com dó de Alexi por causa de sua agressão. O que será que aconteceu?

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice!
    Eu não conhecia este livro, mas me chamou a atenção o fato de dois jovens precisarem lidar com problemas tão graves. Acho que eu também me sentiria de coração partido ao ler os trechos da "auto punição" em que Alexi se submete... E não me sentiria nada confortável também imaginando a barra que Bodee precisou enfrentar diante da tragédia familiar... São dramas que tornam a leitura bastante instigante, né. E eu também prefiro histórias que conseguem manter um certo suspense, sem revelar muitas coisas até o final. Acho que esse livro vai pra minha "nada humilde" lista de desejados!rs Obrigada pela dica! ;)

    beijo!

    http://www.euleitora.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu te falei do meu amor por dramas né, ntão já nã é novidades. Adorei a premissa desse livro, envolvendo drama e música. Essa coisa de se cortar jáli e assisti em outras obras e realmente é algo q me dixa aflito só de imaginar.

    Essa já veio pra lista, ALicinha
    Bjux.

    - Diego, Blog Vida e Letras
    http://blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei tanto da sinopse quanto da capa. Achei ambas convidativas.
    Acho que o tema é bem interessante e pode ser um livro que te prende na leitura.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Alice!!
    Sua resenha me conquistou!! Não imaginava que o livro era tão bom assim e acho que vou gostar bastante. Também curto YA com uma carga dramática, pois a narrativa é sempre carregada de ensinamentos.
    Gostei muito da resenha amiga e vou anotar a dica! Obrigada :)
    Beijos!

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. A capa é linda, adoro sardinhas, kkkkk
    A sinopse é bem legal, o tipo de livro que gosto, vou dá uma procurar nos sites para ver se eu compro =D

    quando puder de uma passinha no meu blog
    http://acidadeliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O que eu acho mais legal dos blogs que visito é poder anotar novas dicas de livros e essa foi UAU! Já vou adicionar na minha lista de desejados. Adorei a sinopse e sua resenha, obrigada pela dica <3

    bj
    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alice! Tudo bem? Olha, mesmo você falando do livro super bem eu não consegui me interessar por ele, sabe? Não sei muito bem o porque, sabe? Mas o fato é que eu não fiquei com vontade de ler "Um Dia de Cada Vez"! :/ Mas enfim, adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
  9. Oiii, não pensei que esse livro tinha uma temática tão forte sabe? Acho que pela simplicidade da capa e tal. Ainda bem que a autora soube usar os elementos para que a história se desenrolasse de uma forma tão delicada né?
    Espero ler esse livro um dia. :)

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  10. Olá, Alice! *-*
    Ai que resenha maravilhosa. Sabe aqueles livros que a gente ama e quer que todo mundo leia também e que ame como nós amamos!? Pois é. Foi isso que senti com esse livro. Já tinha lido no início do ano, queria há um bom tempo e quando consegui ler estava tão feliz e emocionada. Gosto de livros com teor bem dramático. Ah, e eu amei muito do garoto Ki-Suco! :D O Bodee era o melhor. Queria tanto que ele fosse real. Tão doce e prestativo, sabe?! Fiquei emocionada ao terminar o livro!
    De novo, resenha linda demais!! *-* Parabêns.
    Beijinhos
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Alice!
    Adorei a sua resenha *-* Muito bem escrita! Gostei da premissa do livro. Parece ser realmente uma história muito forte e intensa. Fico feliz que tenha gostado do livro e que a cada dia o gênero te surpreenda.
    Beijos, Nathália
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  12. Imagino que seja um pouco forte, não é? Apesar disso, tenho certeza que deva se tratar de uma história bastante intensa e instigante. Por um lado, tenho muita vontade de le-lo, mas, ao mesmo tempo, me enviou arrepios, confesso. Li inúmeras vezes livros super intensos que continham traumas e cenas traumatizantes, mas vejo que livos assim carregam histórias realmente verdadeiras. E como não se interessar, não é?
    vorazesleitoras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Heey!
    Eu não gosto muito de drama, porque alguns não são bem construídos, mas pelo visto "Um Dia de Cada Vez" é um livro bem forte e muito bom. Com certeza vai entrar para a minha lista de desejados =)
    Abraços!!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  14. É interessante mas eu não se se leria, tô precisando de algo mais "leve"... Preciso de algum dia que eu esteja bem centrado para lê-lo. Amo livros que tem seus personagens bem desenvolvidos! <3.

    Abraços,

    http://paginou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Alice!!

    Eu não conhecia nada sobre esse livro. Eu já tinha visto a capa dele em algum lugar, mas nunca parei para ler a sinopse e a sua é a primeira resenha que eu leio sobre ele.
    Para te falar a verdade, eu nunca imaginaria essa história por trás dessa capa, sabia?
    Também gosto de histórias mais dramáticas e acho que gostaria de ler esse livro. Fiquei curiosa para saber o que realmente aconteceu com Alexi.

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    A premissa da obra me interessou bastante, principalmente porque aborda temas pesados, o que me agrada demais. Gosto quando os autores conseguem fugir do clichê.
    Excelente dica. Vou conferir o livro.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Alice! Tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas gostei muito da sua resenha e já me interessei por ele.
    Eu não sou muito fã de YA, mas leio e, se tem drama, costumo até gostar muito haha'
    Beijos
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Alice, tudo bem flor ???
    Simplesmente adorei a sua resenha. Confesso que tenho uma quedinha por livros dramáticos, por livros que possuam uma carga pesada de sofrimento, mas que sejam capazes de nos trazer boas mensagens, nos trazer lições para toda a vida. Infelizmente, não é sempre que estou em uma boa fase para ler esses livros, mas sempre que posso busco por livros como esse.
    Não conhecia essa história, mas me apaixonei, me encantei pelo fato que você mencionou, de a autora tratar de temas pesados de uma forma delicada e sensível.
    Já adicionei o livro na minha listinha !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  19. Oi, sua resenha está perfeita, já li o livro, o tema foi muito bem colocado neste livro.
    ronida_sindi@hotmail.com

    ResponderExcluir