terça-feira, 20 de janeiro de 2015

RESENHA: MENTIROSOS - E.Lockhart



Comecei meu ano de 2015 com esta grata surpresa literária que foi o livro Mentirosos.
Já tinha ouvido falar muito bem dele, mas, como me foi aconselhado, tentei ao máximo não ler muito a respeito da estória para não estragar a experiência de ler um livro que envolve mistério e um final avassalador!

O livro nos conta a estória da família Sinclair, uma família muito rica e apegada a antigas tradições; se você é um Sinclair, você não deve nunca demonstrar fraqueza, sentimentalismo exacerbado, e deve, acima de tudo, honrar seu sobrenome sendo uma pessoa superior ao resto do mundo.
Todos os anos o Patriarca da família passa as férias de verão com suas filhas e netos em sua ilha particular, e é lá que conhecemos os segredos de uma família não tão perfeita assim.
Quem nos conta a estória é Cadence, a neta primogênita e principal herdeira dos Sinclair, que junto com seus 2 primos Johnny e Mirren e seu amigo Gat, formam um grupo inseparável durante todos os verões, que se auto intitulam "Mentirosos". 
O primeiro verão que acompanhamos no livro é o que Cadence chama de "o verão dos 15" onde eles tinham 15 anos e algo de muito errado aconteceu, resultando em um acidente que deixou graves sequelas em Cadence, sendo a principal e mais intrigante para a menina, a perda total de suas lembranças do ocorrido.
Nos 2 anos seguintes, Cadence se vê pela primeira vez afastada dos Mentirosos, convive com a rotina de super proteção de sua Mãe, fortes enxaquecas e a amnésia que não a deixa entender a vida que está vivendo.
No verão dos 17 anos, Cadence finalmente consegue voltar à ilha durante o verão com sua família e reencontrar os Mentirosos, podendo assim, juntar pistas do que aconteceu 2 verões atrás e finalmente recuperar suas lembranças.
Não tem muito mais o que eu possa comentar sobre o livro, a narrativa em primeira pessoa é muito envolvente,pois, vamos desvendando as descobertas junto com Cadence, o que deixa a trama mais misteriosa não nos permitindo largar o livro até sabermos finalmente o que aconteceu com a garota.

O livro não é longo, são 270 páginas distribuídas em cinco partes, a leitura é fluida e a Autora nos dá pistas durante boa parte do livro do que aconteceu à Cadence, confesso que lá pela penúltima parte do livro eu já tinha descoberto qual seria o final, mas, não entendia o porque, o que foi igualmente angustiante até a leitura chegar ao fim.
Super recomendo a leitura e com certeza irei rele-lo em breve.


Alice

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Fiquei curioso com sua resenha, vou ter que terminar logo o livro pra saber este final.
    já estou seguindo o blog, adorei as dicas.

    ResponderExcluir
  2. Olá Alice ! Realmente é um livro impossível de largar, além de ser pequeno, o mistério envolvido na trama faz com que o enredo assuma um ritmo cada vez mais veloz. Em nenhum momento suspeitei do que acontece no final, apesar de ter inventando mil teorias mirabolantes ahauhua as últimas páginas me deixaram bem angustiada e acho que esse livro foi a obra prima de E. Lockhart. Com certeza irei reler também.

    Beijos,
    Bia

    http://nasuaestanteblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir